Disney e a cultura pop: entenda a influência dessa gigante do entretenimento

Crescer assistindo às famosas fitas VHS da cor verde fez parte da infância de todo mundo que nasceu no fim dos anos 80 e início da década de 90. O Rei Leão, por exemplo, moldou o caráter de toda uma geração, emocionando milhões de crianças (e adultos) com a morte do Mufasa — ninguém conseguiu superar essa dor ainda.

É inegável que a Disney e a cultura pop têm uma relação muito profunda, mas é preciso conhecer bem a sua história para entender tudo o que ela fez e continua fazendo para o mundo do entretenimento. Se interessou? Então, continua a leitura deste post.

Walter Elias Disney

wlater disney e a cultura pop

O fundador de tudo o que a empresa Disney é atualmente nasceu em 1901, entrando para a carreira do mundo das artes 16 anos mais tarde. Seu primeiro trabalho com o que conhecemos como Disney surgiu em 1928, quando precisou desenvolver um personagem para a produtora que tinha com seu irmão, Roy e seu amigo Ub Werks, a fim de superar prejuízos financeiros e para competir com o já famoso Gato Félix.

Foi aí que surgiu o icônico Mickey Mouse, que dispensa introduções e comentários, né? Contudo, foi apenas em 1955, após dirigir e animar uma série de filmes clássicos, como Cinderella, Bambi, Alice no País das Maravilhas e muitos outros, que Walter inaugurou o primeiro parque temático em Anaheim, California.

Embora essa tenha sido uma das maiores conquistas da sua vida, Disney não conseguiu ver a segunda unidade ser construída (na Flórida, 16 anos mais tarde), pois faleceu em 1965 em Los Angeles, vítima de um câncer de pulmão.

Aglomerado de empresas

É comum que pensemos apenas nos parques, nos filmes animados e nos personagens clássicos quando falamos dessa empresa. Contudo, a Disney tem, atualmente, cerca de 30 companhias em seu portfólio. LucasfilmMarvelStudios, ESPN e, recentemente, grande parte dos direitos da Fox Company — que incluem os X-Men, Simpsons, Family Guy, Alien e outras franquias.

Disney e a cultura pop

influencia disney e a cultura pop

Com tantas empresas, direitos, marcas e, principalmente, personagens ao seu dispor, os limites da Disney são praticamente infinitos. Será possível ver os mutantes de X-Men nos filmes dos Vingadores, claro, mas a capacidade de moldar quase tudo o que vimos e consumidos em termos de cultura pop pode ser completamente reformulado à visão da companhia.

O grande número de canais que a empresa tem exibem programas tradicionais e extremamente famosos em todo o planeta, gerando, inclusive, subprodutos de muito sucesso — quem não se lembra de passar horas assistindo aos programas da Jetix, por exemplo?

A relação da Disney e a cultura pop tem trazido muitos benefícios para nós, meros nerds mortais. Além do lançamento anual dos filmes de Star Wars e o volume de produções de heróis da Marvel para as telonas, muitas séries (na Netflix, inclusive), só se tornaram possível graças a essa companhia. Isso sem falar na quantidade absurda de colecionáveis baseados nesses produtos que veremos nos próximos anos.

Você pode ter certeza que uma boa parte dos filmes baseados na cultura pop que você verá nos próximos anos fazem parte da enorme agenda dessa empresa — e isso é ótimo! Poderemos ver alguns personagens subaproveitados, como o Surfista Prateado e os heróis do Quarteto Fantástico, por exemplo, dando as caras em produções de qualidade em um futuro próximo.

Gostou de saber mais sobre a Disney e a cultura pop? Então, compartilhe este texto nas redes sociais e faça com que mais pessoas também entendam os impactos dessa relação.