Como os jogos indie vêm crescendo no mercado de games

Os fãs de videogames sempre dependeram muito das megacorporações para terem acesso aos seus games favoritos. Não é de hoje que há uma lacuna muito grande entre um lançamento considerado triple A — grandes produções como Assassin's Creed, Call of Duty e Battlefield, por exemplo — e outro, o que faz com que muitos gamers mais hardcore sintam falta de novidades. Afinal, não dá para lançar um produto que consome milhões de dólares todas as semanas.

E é esse o cenário que corroborou para o sucesso absoluto dos jogos indie, responsáveis por movimentar o mercado nesses períodos, mas não é só esse o segredo do sucesso dessa categoria de games. Quer saber quais são os outros fatores que elevaram a posição das produções independentes? Continue a leitura deste post.

O maravilhoso mundo da Steam

É impossível citar os jogos indie sem mencionar a maravilhosa plataforma desenvolvida pela Valve: a Steam. Além do trocadilho com o nome, essa empresa permitiu que muitos desenvolvedores colocassem seus games à mostra para milhões de gamers ao redor do mundo — principalmente através do finado Steam Greenlight. Algo que seria impossível de ser feito sem o apoio de uma grande distribuidora há alguns anos.

Apesar da facilidade que esses criadores de games têm em inserir a sua produção lá, conseguir uma posição de destaque não é tão simples assim, afinal, são centenas de jogos lançados todos os dias. Poucos deles recebe destaque devido à concorrência enorme que a plataforma proporciona, mas os que conseguem são capazes de fazer um sucesso estrondoso. Vale lembrar também que o preço deles é muito menor do que os grandes títulos, o que ajuda a popularizar mais rapidamente as boas ideias lançadas nessa plataforma e a diminuir os riscos de pirataria.

Muito amor envolvido

jogos indie

Enquanto Destiny (2014) custou cerca de USS 500 milhões para os cofres da Bungie, para fazer alguns dos jogos indie de sucesso não foi preciso mais do que milhares de horas de trabalho, uma dedicação ímpar, muito amor pelo conceito e uma quantia suficiente para sustentar a equipe — quando há uma — de desenvolvimento do game. E esse é mais um dos pontos importantíssimos para essa parte da indústria.

Não foi preciso torrar rios de dinheiro para lançar Super Meat Boy, Fez, The Binding of Isaac ou, até mesmo, o badalado Player's Unknown Battlegrounds — que vendeu 30 milhões de cópias! Em contrapartida, muitos dos profissionais por trás desses games são responsáveis por absolutamente tudo que o projeto pede e isso pode custar muito tempo, mas sentem-se extremamente orgulhosos de tudo que fizeram e da história que contaram por meio dessa mídia.

Não é preciso salvar o mundo

jogos indie

É notável que games considerados triple A tragam inovações gráficas, mecânicas e de design para o mundo dos videogames, mas nem sempre eles são o que o jogador moderno quer. Hoje, não é mais tão difícil ter acesso à milhares de títulos com o apertar de alguns botões e, às vezes, essa enxurrada de polígonos bem renderizados e enredos que podem durar centenas de horas cansam. E é aí que os jogos indie se fortalecem.

Em vez de escalar o Olimpo para matar deuses em God of War ou ser um stormtrooper em Star Wars, tudo o que realmente queremos é ver nossa plantação de milho crescer em Stardew Valley. Os jogos indie são um opção interessante de narrativa entre essas aventuras maiores e trazem pontos de vistas que nem sempre estão voltados para as tradições do mercado, explorando tópicos que jamais ganhariam espaço nas grandes indústrias.

Não faltam exemplos para ilustrar o quanto os jogos indie são importantes para a indústria como um todo. Além da popularização da profissão de desenvolvedor de games, esses produtos trouxeram histórias que emocionaram, aterrorizaram e divertiram milhões de pessoas nos últimos anos. Não tenha preconceito com esses títulos: às vezes eles têm muito mais a oferecer do que o tradicional esquema de subir em uma torre para liberar uma porção do mapa.

Gostou de entender mais sobre o universo dos jogos indie? Então, aproveite para saber também tudo sobre a rotina de um gamer profissional!